A Vila

Rotas e Percursos

Reúna a famiíia e amigos para percorrer a Serra da Gardunha. A caminhar ou de bicicleta, serão momentos que vai querer relembrar.

As Festas

As Festas, Romarias, eventos variados preenchem o calendário anual e são motivo para conhecer as gentes e culturas locais.

O Património Construído

Da magnifica arquitetura do casario, destacam-se os imponentes solares ancestrais, as enumeras capelas e Igrejas e um sem numero de fontanários onde correm as águas cristalinas da Gardunha, com destaque para o monumental chafariz de D. João V. A compor o largo, temos o palácio do Picadeiro, de cariz aristocrático, hoje propriedade do Município e aberto ao publico. No terraço do Picadeiro, podemo-nos sentar nos bancos de pedra e apreciar a vista por entre as duas torres sineiras da Igreja Matriz.

​É impossível ficar indiferente ao riquíssimo património religioso de Alpedrinha. São treze as Capelas e Igrejas, merecendo cada uma delas uma visita interessada. Nota ainda para o Pelourinho, ou Lugar da Forca, a antiga Casa da Câmara, com amplas varandas salientes e grades de ferro, e as diversas Casas Senhoriais (Casa da Comenda; Palácio do Picadeiro; Casa das Senhoras Mendes; Casa do Pátio; Casa do Barreiro; Casas do Cardeal). 

As Igreja e Capelas

Igreja da Misericórdia (Séc. XVI). situa-se no centro da vila sendo impossível não dar por ela, implantada junto à estrada nacional que atravessa Alpedrinha. Também ao longo da estrada, antes da Misericórdia, temos a capela do Espírito Santo, a mais antiga. Destaca-se igualmente a Igreja matriz de Alpedrinha, com origens no século XII, para além das inúmeras capelas espalhadas pela Vila (entre as quais a Capela Anjo da Guarda que empresta o nome à nossa Quinta).  A Capela do Leão, contígua á fonte do leão, terá sido erguida por iniciativa do Cardeal D. Jorge da Costa, a figura mais ilustre de Alpedrinha. 

Na Estrada Romana

que passa junto ao Picadeiro, damos com a Capela de S. Sebastião, com alpendre convidando à paragem para os caminheiros da Gardunha.

Sobre a Vila

Surpreso pela monumentalidade da vila, Saramago qualificou-a como secreta, por não se dar a conhecer logo ao primeiro olhar de quem passa na EN18. Alpedrinha admirada por tantos artistas, escritores, pensadores, como Alexandre Herculano, a Marquesa Alorna, Jaime Cortesão, foi berço do insigne Cardeal D. Jorge da Costa, conhecido por Cardeal de Alpedrinha (1406-1508). Deste ilustre Alpedrinhense, diz o povo que só não foi Papa porque não quis.

Alpedrinha é uma vila portuguesa, sede de freguesia do concelho do Fundão, com 18,22 km² de área e 1.184 habitantes (2001). Densidade: 65,0 h/km².

Está situada a Sul da Serra da Gardunha e apresenta muitas Casas Senhoriais. Casa da Comenda; Palácio do Picadeiro; Casa das Senhoras Mendes; Casa do Pátio; Casa do Barreiro; Casas do Cardeal; Casa da Câmara.

Venha sentir o ar  puro da Gardunha. Verifique a disponibilidade nas nossas Casas.

Follow us
  • Casas de Alpedrinha

© 2019 Casas de Alpedrinha